THE FLOOD – A Epopéia de Gilgamesh

Speiser in(undação): Isaac Mendelsohn

Rôu, rôu, rôu, a renArca de Noel 2.0 (planeta dos paramacacos)

A época em que não adianta chorar (talvez, sim, para o curso das desgraças e hecatombes acelerar)

Fight Water With Water

WWW

Guerra Mundial W

Reed-hut [choupana de junco], reed-hut! Wall! Wall!

Reed-hut, hearken! Wall, reflect!

Man of Shuruppak (Utnapishtim), son of Ubar-Tutu,

Tear down (this) house, build a ship!

Give up possessions, seek thou life.

Despise property and keep the soul alive.

Aboard the ship take thou the seed of all living things.

The ship that thou shalt build,

Her dimensions shall be to measure.

Equal shall be her width and her length.

Like the Apsu (subterranean waters) thou shalt ceil her.”

Apsu, a escuridão primeva do oceano cósmico…

Apsu Purple Dromeda

The Drone Wars

Ten dozen cubits the height of each of her walls,”

240 metros

ALEGORIA DA CRIAÇÃO

Bullocks I slaughtered for the people,

And I killed sheep every day.

Must, red wine, oil, and white wine

I gave the workmen to drink, as though river water,

That they might feast as on New Year’s Day…

On the seventh day the ship was completed.”

Whatever I had I laded upon her;

Whatever I had of silver I laded upon her;

Whatever I had of gold I laded upon her;”

E o que foi que houve com o “despise property”?

He who orders unease at night showers down a rain of blight.”

Adad (god of storm and rain) thunders”

O Pai anti-dadaísta

Dez dilúvios numa noite só, que Maravilha!

Nós louvamos você!

Cavalo Marinho Cavalo Celeste

O que está sucedendo?

Não estou entendendo!

Mas que p…

…raga chuva de pragas que o azul rasga

Erragal (Nergal, the god of the netherworld)”

E isto que com lagar subindo pelas paredes a tixa eu labuto

piso a uva faço o vinho doce, sem desgosto

gelo os ânimos

congelo as iras

cortejo os anjos

apanho a realidade pelas franjas

Os pintos vão cair

as flores vão brochar

The dikes r gonna fall

and break (brake) the c(o)urse

against Evil

Minotaurus

O dyke dyke Deusa Dyke

É verdade eu não minto!

É verde o fusca

o abacate

e o eucalipto

1001 açoites com o báculo

Pallas Atena orgia meio-incestuosa

Oh fake virgin,

U ‘nded

For one day the south-storm blew,

Gathering speed as it blew, submerging the mountains,

Overtaking the people like a battle.

No one can see his fellow”

Choveu choveu

pelas fendas do Cruzeiro do Sul

Chuveiro dos Chuveiros

The gods cowered like dogs

Crouched against the outer wall.

Ishtar cried out like a woman in travail,

The sweet-voiced mistress of the gods moans aloud:

<The olden days are alas turned to clay,

Because I bespoke evil in the Assembly of the gods,

How could I bespeak evil in the Assembly of the gods (…)>”

In each of fourteen (regions)

There emerged a region (-mountain).”

O suposto monte onde descansou a arca, de menos de 3 mil metros de altitude.

O que é aquilo caindo

se precipitando mais rápido do que

um amante adolescente?

É um avião, é aquele Homão?

Não, nem é gente

nem muito menos detergente

É a Nau, Arca mágica

de Deucalião

O Dilúvio é o Líquido Amniótico

Ora bolas!

Claro que é,

Que foi,

Universal

Tragédia Épica

Individual

Crônica

Original

Banal

Sacal

Emocional

Ânimo ou não Ânimo

Eis a falta de questão

Perdão

Mas já nasci pecado

Ó polícia

Será que me pecaram

The dove went forth, but came back;

There was no resting place for it and she turned round.”

THE WHITE OMEN

swallow swell in the darkness

drown drag

in the endless hell

queen

The Raven

melted

into a Wolverine

Mutating mute Titan

O Man of Ice

melted sacrifice

A Cow do Pe. Nalte

Deixa a Marca

The Brand

of The Inhuman

Sacrifice

Seven and seven cult-vessels I set up

Upon their plate-stands I heaped cane, cedarwood, and myrtle.

The gods smelled the savour,

The gods smelled the sweet savour,

The gods crowded like flies about the sacrificer.”

Acre se faz, acre se paga

Extensão do território do ódio e da vingança

Um tratado secular

Antes tarde do que nunca

cagão que perdeu no discurso

de antemão

O FEIO VIROU CONTRA O LEIGO

Urubu Urubu,

Praga já é Tu!

Seque Minha Úmida Ascensão

Dias de Paz

Dislexia

Dias de Lúcifer

Tombo

Ó Aprenda

Verme

Esta é a prenda

Por Cultivar

Seu Orgulho

Que se vê que assoma

de telescópio

por aí

Sim, Suba, Subaru!

Torna-te Aquilo que tu S

(Mau)

Would that a lion had risen up to diminish mankind!

Would that a wolf had risen up to diminish mankind!

Would that pestilence had risen up to smite down mankind!”

WOOD WOOD

TOCK TOCK OKI DOKI

Fucking Finger

Thick Thing

The Thug

Ea, deus dos deuses:

I let Atrahasis (<Exceedingly wise,> an epithet of Utnapishtim) see a dream,

And he perceived the secret of the gods.”

A profecia

Sempre vem

Estranha semelhança

Ataraxia?

Logo nós,

Aristóteles,

Os tensos,

Peripatéticos da Alma?

O Despiser!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s