THE QUEEN OF SHEBA AND HER ONLY SON MENYELEK (KEBRA NAGAST)

Translated by Wallis Budge

And He drove him out of the Garden, because of his apostasy through the sin of the Serpent and the plotting of the Devil. And at that sorrowful moment Cain was born, and when Adam saw that the face of Cain was ill-tempered and his appearance evil he was sad. And then Abel was born, and when Adam saw that his appearance was good and his face good-tempered he said, <This is my son, the heir of my kingdom.> (…) Cain was envious, first because of the words of his father; and secondly, because of his sister with the beautiful face, who was born with him and who had been given unto Abel, even as God commanded them to multiply and fill the earth – now the face of the sister who had been born with Abel resembled that of Cain [quantos gêmeos cruzados nesta historieta!], and their father had transferred the two sisters when giving them in marriage; – and thirdly, because when the two brothers offered up sacrifice, God accepted the offering of Abel and rejected the offering of Cain. (…) And having killed his brother, Cain fell into a state of trembling and horrible fright, and he was repulsed by his father and his Lord. And then Seth was born, and Adam looked upon him and said, <Now hath God shown compassion upon me, and He hath given unto me the light of my face. In sorrowful remembrance I will console myself (?) with him. The name of him that shall slay my heir shall be blotted out, even to his ninth generation.Que espécie de livro não é entendido nem pelos próprios tradutores? E então, não eram nem 4, nem 7, mas 9 gerações?

the sons of Cain ate, drank and danced, and they played upon stringed instruments, and sang lewd songs thereto, and they worked uncleanness without law, without measure, and without rule.” E eles introduziram a semente do burro na égua, e a mula nasceu, o que Deus não comandou. E no meio de todas essas coisas, o homem se poluiu com o homem, e a mulher trabalhou com a mulher na coisa abominável.

Segundo o Segundo Pacto que Deus fez com Noé, após o Dilúvio, não haveria novo Dilúvio, mas nascera aí a distinção Outono-Primavera, Primavera-Outono.

Though heaven and earth pass away My word shall not pass away.”

Deus, o Bipolar

Deus criou Zion; o útero de Maria criou Deus.

Canaã, o neto de Noé, quebrou o pacto, e não Shem (seu pai). “And in later days God took vengeance upon the sons of Canaan, and made the sons of Shem to inherit their country.”

And they slaughtered their sons and their daughters to the devils” Que ironia.

Abraão é o nono descendente de Canaã. Seu pai se chamava Terah.

Numa chuva de fiel, no meu colo cai herético, pecado e ignomínia.

And I will bring down the Tabernacle of My Convenant upon the earth 7 generations after thee”

Antes havia para onde viajar e se tornar rei. Hoje o Oeste já foi desvelado e é só repetição.

Isaque e Jacó são irrelevantes na “historiografia”.

Gênesis 35:22-27: “Quando Israel habitava naquela terra, foi Rúben e deitou-se com Bila, concubina de seu pai; e Israel o soube. Eram doze os filhos de Jacó: Os filhos de Léia: Rúben o primogênito de Jacó, depois Simeão, Levi, Judá, Issacar e Zebulom; os filhos de Raquel: José e Benjamim; os filhos de Bila, serva de Raquel: Dã e Naftali; os filhos de Zilpa, serva de Léia: Gade e Aser. Estes são os filhos de Jacó, que lhe nasceram em Padã-Arã. Jacó veio a seu pai Isaque, a Manre, a Quiriate-Arba, onde peregrinaram Abraão e Isaque” Não se dão 1000 anos de perdão para quem torna corno aquele que corneou?

Judá viria da raiz etíope da palavra, que quer dizer “ladrão”. “and although he [Rubem] was the firstborn son the kingdom was rent from him. And his younger brother reigned, and he was called Judah because of this.”

and He opened to them salvation. And he spake with them from the pillar of cloud

And again he saith by the mouth of the Holy Ghost, <And My habitation is here, for I have chosen it.>”

The Emperor of Rôm [Constantinopla] is the son of Solomon, and the Emperor of Ethiopia is the firstborn and eldest son of Solomon.”

Mt. 12:42//Lc. 11:31: “A rainha do sul se levantará no juízo com esta geração, e a condenará; porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis aqui quem é maior do que Salomão.”

Now in the days of Solomon the King gold was as common as bronze, and silver as lead, and bronze and lead and iron were as abundant as the grass of the fields and the reeds of the desert and cedarwood was also abundant.”

for wisdom is far better than treasure of gold and silver, and wisdom is the best of everything that hath been created on the earth. Now unto what under the heavens shall wisdom be compared? It is sweeter than honey, and it maketh one to rejoice more than wine, and it illumineth more than the sun, and it is to be loved more than precious stones. And it fatteneth more than oil, and it satisfieth more than dainty meats, and it giveth more renown than thousands of gold and silver. (…) it is a teacher of those who are learned, and it is a consoler of those who are discreet and prudent, and it giveth fame to those who seek after it. (…) no man can filch [surrupiar] it from his heart. That which fools heap up the wise consume.” Queen Mâkedâ, um dos nomes da Rainha do Sabá ou dos Sabeus [diferente da Etiópia – note como as versões conflituam o tempo todo], que quer dizer “Not thus”, “Não assim”, “Não deste modo”, assinalando a mudança do politeísmo e paganismo primitivo à Verdadeira Religião (cof, cof).

So she made ready to set out. And 797 camels were loaded, and mules and asses innumerable were loaded, and she set out on her journey and followed her road without pause, and her heart had confidence in God.”

And thou, although thou dost not know the God is Israel, hast this wisdom which thou hast made to grow in thine heart”

And this speech of mine springeth not from myself, but I give utterance only to what He maketh me to utter.”

I am a man and dust and ashes, who tomorrow will become worms and corruption, and yet at this moment I appear like one who will never die.”

As is his death is my death; and as is his life is my life. Yet this man is stronger to work than I am”

We worship the sun according as our fathers have taught us to do, because we say that the sun is the king of the gods; some worship stones, and some worship wood, and some worship carved figures, and some worship images of gold and silver. And we worship the sun, for he cooked our food, and moreover, he illumned the darkness, and removed fear; we call him <Our King>, and we call him <Our Creator>, and we worship him as our god; for no man had told us that beside him there is another god. But we have heard that there is with you, Israel, another God Whom we do not know”

No one can chide Him, for He is the Lord of the Universe, and there is no one who can say unto Him, <What hast Thou done?>”

(and it was not only human beings who came to him, but the wild animals and the birds used to come to him and hearken unto his voice, and hold converse with him)”

A woman of such splendid beauty had come to me from the ends of the earth! What do I know? Will God give me seed in her?”

I Rs. 11:1-2: “Ora, o rei Salomão amou muitas mulheres estrangeiras, além da filha de Faraó: moabitas, amonitas, edomitas, sidônias e hetéias, das nações de que o Senhor dissera aos filhos de Israel: Não ireis para elas, nem elas virão para vós; doutra maneira perverterão o vosso coração para seguirdes os seus deuses. A estas se apegou Salomão, levado pelo amor.”

A diferença das partes não altera o produto: “And he had 400 queens and 600 concubines. Now this which he did was not for fornication, but as a result of the wise intent that God had given unto him, and his remembering that God had said unto Abraham, <I will make thy seed like the stars of heaven for number, and like the sand of the sea.> And Solomon said in his heart, <What do I know? Peradventure God will give me ten children from each one of these women. My children shall inherit the cities of the enemy, and shall destroy those who worship idols.>”

to those after Christ, it was given to live with one woman under the law of marriage. And the Apostles laid down for them an ordinance: <as concerning Solomon no law had been laid down for him in respect of women, and no blame can be imputed to him in respect of marrying many wives. But for those who believe, the law and the command have been given that they shall not marry many wives, even as Paul saith, ‘Those who marry many wives seek their own punishment. He who marrieth one wife hath no sin.’ [I Corinthians, VII]>”

Lv. 18:18: “E não tomarás uma mulher juntamente com sua irmã, durante a vida desta, para tornar-lha rival, descobrindo a sua nudez ao lado da outra.”

And they destroyed His light and cast themselves upon Him and they set a guard over His tomb wherein they had cast Him. And He came forth where they did not look for Him, and illumined the whole world, more especially the First Sea and the Last Sea, Ethiopia and Rôm. And He paid no heed whatsoever to Israel, and He ascended His former throne.”

And he gave her whatsoever she wished, everything on which great store was set in the country of Ethiopia, and camels and wagons, 6000 in number, which were laden with beautiful things of the most desirable kind, and wagons wherein loads were carried over the desert, and a vessel wherein one could travel over the sea, and a vessel wherein one could traverse the air (or winds) [!], which Solomon had made by the wisdom that God had given unto him.

and she brought forth a man child, and she gave it to the nurse with great pride and delight.” “And the child grew and she called his name Bayna-Lehkem. And the child reached the age of 12 years, and he asked his friends among the boys who were being educated with him, and said unto them, <Who is my father?> And they said unto him, <Solomon the King.> And he went to the Queen his mother, and said unto her, <O Queen, make me to know who is my father.> And the Queen spake unto him angrily, wishing to frighten him so that he might not desire to go, <Why dost thou ask me about thy father? I am thy father and thy mother; seek not to know any more.> (…) And a second time, and a third time he asked her, and he importuned her to tell him. One day, she told him, <His country is far away, and the road thither is very difficult; wouldst thou not rather be here?> And the youth Bayna-Lehkem was handsome, and his whole body and his members, and the bearing of his shoulders resembled those of King Solomon his father, and his eyes, and his legs, and his whole gait [porte] resembled those of Solomon the King.”

At. 8:26-39: “Mas um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Levanta-te, e vai em direção do sul pelo caminho que desce de Jerusalém a Gaza, o qual está deserto. E levantou-se e foi; e eis que um etíope, eunuco, mordomo-mor de Candace [Mâkedâ], rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todos os seus tesouros e tinha ido a Jerusalém para adorar, regressava e, sentado no seu carro, lia o profeta Isaías. Disse o Espírito a Filipe: Chega-te e ajunta-te a esse carro. E correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaías, e disse: Entendes, porventura, o que estás lendo? Ele respondeu: Pois como poderei entender, se alguém não me ensinar? e rogou a Filipe que subisse e com ele se sentasse. Ora, a passagem da Escritura que estava lendo era esta: Foi levado como a ovelha ao matadouro, e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, assim ele não abre a sua boca. Na sua humilhação foi tirado o seu julgamento; quem contará a sua geração? porque a sua vida é tirada da terra. Respondendo o eunuco a Filipe, disse: Rogo-te, de quem diz isto o profeta? de si mesmo, ou de algum outro? Então Filipe tomou a palavra e, começando por esta escritura, anunciou-lhe Jesus. E indo eles caminhando, chegaram a um lugar onde havia água, e disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que eu seja batizado? [E disse Felipe: é lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus.] mandou parar o carro, e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e Filipe o batizou. Quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou a Filipe, e não o viu mais o eunuco, que jubiloso seguia o seu caminho.”

His eyes are gladsome, like unto those of a man who hath drunk wine” “in those days Solomon had no children, except a boy who was 7 years old and whose name was Îyôrbe’âm (Rehoboam).”

[De 1000 esposas, Deus só lhe deu] 3 filhos. Seu filho mais velho era o Rei da Etiópia, o filho da Rainha da Etiópia, e era o primogênito daquele com que Deus falou profeticamente, <Deus jurou perante Davi o justo, e não se arrepende, ‘Do fruto do teu corpo eu vou fazer sentar de novo em teu trono’>”

I Co. 1:20-31: “Onde está o sábio? Onde o escriba? Onde o questionador deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste? Visto como na sabedoria de Deus o mundo pela sua sabedoria não conheceu a Deus, aprouve a Deus salvar pela loucura da pregação os que crêem. Pois, enquanto os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria, nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos, mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus. Porque a loucura de Deus é mais sábia que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte que os homens. Ora, vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados. Pelo contrário, Deus escolheu as coisas confundir os sábios; e Deus escolheu as coisas fracas do mundo para confundir as fortes; e Deus escolheu as coisas ignóbeis do mundo, e as desprezadas, e as que não são, para reduzir a nada as que são; para que nenhum mortal se glorie na presença de Deus. Mas vós sois dele, em Cristo Jesus, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção; para que, como está escrito: Aquele que se gloria, glorie-se no Senhor.”

Besides travailing with him and suckling him, what else had a woman to do with a son? A daughter belonged to the mother, and a boy to the father. God cursed Eve, saying, <Bring forth children in anguish and with sorrow of heart, and after thy bringing forth shall take place thy return to thy husband. As for this my son, I will not give him to the Queen, but I will make him king over Israel.”

For no man hated the place where he was born, and everyone loved the things of his native country.”

Since thou speakest in this wise, according to the law I myself am not the son of my father David, for he took the wife of another man whom he caused to be slain in battle, and he begot me by her; but God is compassionate and He had forgiven him. Who is wickeder and more foolish than men? and who is as compassionate and as wise as God? God had made me of my father, and thee had He made of me, according to His Will. And as for thee, O my son, thou fearer of our Lord God, do not violence to the face of thy father, so that in times to come thou mayest not meet with violence from him that shall go forth from thy loins, and that thy seed may prosper upon the earth. My son Rehoboam is a boy 6 years old, and thou art my firstborn son, and thou hast come to reign, and to lift up the spear of him that begot thee. Behold, I have been reigning for 29 years, and thy mother came to me in the 7th year of my kingdom; and please God, He shall make me to attain to the span of the days of my father. And when I shall be gathered to my fathers, thou shalt sit upon my throne, and thou shalt reign in my stead, and the elders of Israel shall love thee exceedingly; and I will make a marriage for thee, and I will give thee as many queens and concubines as thou desirest. And thou shalt be blessed in this land of inheritance with the blessing that God gave unto our fathers, even as He covenanted with Noah His servant, and with Abraham His friend, and the righteous men their descendants after them down to David my father. Thou seest me, a weak man, upon the throne of my fathers, and thou shalt be like myself after me, and thou shalt judge nations without number, and families that cannot be counted.” “Now Balt.âsôr, the King of Rôm, wished that I would give my son to his daughter, and to make him with his daughter king over the whole country of Rôm. For besides her he had no other child, and he had sworn that he will only make king a man who is of the seed of David my father. And if we rule there we shall be 3 kings. And Rehoboam shall reign here over Israel. For thus said the prophecy of David my father <The seed of Solomon shall become 3 heads of kingdoms upon the earth.>”

It is meet and right that thy dominion of Ethiopia shall be from the River of Egypt to the west of the sun (i.e., to the setting sun); blessed be thy seed upon the earth – and from Shoa to the east of India”

I the Lord thy God am a jealous God. I am He Who visited the sin of the father on the children to the third and fourth generation of those who hate Me, and I perform mercy to a thousand, to ten thousand generations of those who love Me and keep My commandments.” “Observa o dia do Sabá e santifica-o, assim como o Senhor teu Deus comandou. Por seis dias deves fazer o teu trabalho, e no sétimo dia, o Sabá do Senhor teu Deus, tu não deves fazer trabalho algum, nem tu mesmo, nem teu filho, nem tua filha, nem teu burro nem tua mula, nem qualquer besta, nem o estranho que mora contigo. Porque em seis dias Deus fez os céus e a terra, e o mar e tudo que neles se encontra, e descansou no sétimo dia, e por isso Deus abençoou este sétimo dia e o declarou livre de todo trabalho.”

uncover the shame”: eufemismo para dar umazinha

descobrir as pudendas (Cláudia Ohanas!)!

And they cursed the King secretly and reviled him because he had seized their sons against their will.”

Os primogênitos “extraditados” pela Vontade do Senhor planejaram o roubo do Tabernáculo para levá-lo consigo à Etiópia. A paródia do seqüestro de Helena: “I would offer up a sacrifice to the holy city Jerusalem, and to my Lady Zion, the holy and heavenly Tabernacle of the Law of God.” “And had it not been that God willed it Zion could not have been taken away forthwith.”

and they were then even as they were when God slew the firstborn of Egypt.” “the dogs howled, and the asses screamed, and all those who were left there mingled their tears together.” “From this moment our glory had passed away, and our kingdom had been carried off unto a strange people who know not God, even as the prophet said, <The people who have not sought Me have found Me.>” “I will turn My face away from thee because thou hast treated My offerings with contempt, and hast preferred thy sons to Me.”

the sons of the warriors of Israel saw that they had come in one day a distance of thirteen days’ march, and that they were not tired, or hungry, or thirsty, neither man nor beast”

the plan the pan the pun the pen the pin the spoon of God, oh, Majesty, Have you Forgotten?

Esse, o filho de um profeta, será ele enumerado entre os profetas?”

And there was joy to the Sea of Eritrea, and to the people of Ethiopia, who went forth to the sea and rejoiced exceedingly, and with a greater joy than did Israel when they came out of Egypt.”

Verily the sun that appeared unto me long ago when I was sleeping with the Queen of Ethiopia was the symbol of the holy Zion.”

and they were swifter than the eagles that are in the sky”

And thou, O King, whose wisdom had no counterpart under the heavens, why hast thou given away the Tabernacle of the Law of the Lord thy God, which thy fathers kept pure for thee?”

Os lamentos salomônicos (os antípodas dos Cânticos?): “Our name was honoured, to-day it is nothing. Woe be unto us!”

E quando os Filisteus guerrearam com Saul o Rei, Saul foi sobrepujado e morreu com Jônâthân seu filho. E aqueles de seus filhos que restaram quiseram levar o Tabernáculo (Sião), ao saberem que seu pai e irmão mais velho estavam mortos. (…) Mas era impossível levar Sião embora sem que ela quisesse e Deus quisesse.” “quando seu pai [Davi] reinou com justeza sobre Israel ele a levou da cidade de Samaria e trouxe a arca para Jerusalém, dançando sobre seus pés diante dela, batendo palmas por conta de sua imensa alegria”

And Solomon lived for eleven years after the taking away of Zion from him, and then his heart turned aside from the love of God, and he forgot his wisdom, through his excessive love of women. And he loved very greatly the daughter of Pharaoh, the king of Egypt, whose name was Mâkshârâ, and he brought her into the house wich he had made; and there were figures of the sun, moon, and stars in the roof thereof, and it was illumined by night as brightly as by day. Its beams were made os brass, and its roof of silver (…) and its floor was of blocks of sapphire stone and sardius.” “And she multiplied her sacrifices, and her worship, and her folly, according to the stupidity of the Egyptians” “and she spoke to him with honeyed words, and with the tender speech of women, and with the sweet smile that accompanied the presentment of an evil deed, and with the turning of the face and the assumption of a look of good intent, and with the noddling of the head. With actions of this kind she caused his heart to turn away from his good intent, and she enticed him to the evil of her work, wishing to drag him down into the folly of the foolish service of idols through carelessness. And as the deep sea drawed down into its depths the man who cannot swim, until the water overwhelmed him and destroyed his life, even so did that woman wish to submerge Solomon the King.”

Thy son had carried away thy Lady Zion, thy son whom thou hast begotten, who springed from an alien people into which God had not commanded you to marry, that is to say, from an Ethiopian woman, who is not of thy colour, and is not akin to thy country, and who is, moreover, black.”

And thy kin is her kin, for ye are all the children of Ham. And God, having destroyed of the seed of Ham 7 kings, had made us to inherit this city, that we and our seed after us may dwell therein for ever. And as concerning Zion, the will of God had been performed, and He had given her unto them so that they may worship her. And as for me, I will neither sacrifice to nor worship thine idols, and I will not perform thy wish.” “Who was wiser than Solomon? yet he was seduced by a woman. Who was more righteous than David? yet he was seduced by a woman. Who was stronger than Samson? yet he was seduced by a woman. Who was handsomer than ‘Amnôn? yet he was seduced by Tamar the daughter of David his father. And Adam was the first creation of God, yet he was seduced by Eve his wife. And through that seduction death was created for every created thing.”

Come now, and consider, which was the greater of the two, the sin of his father David or the sin of his son Solomon? David caused Uriah to be slain in battle by means of a plan of deceit so that he might take his wife Bêrsâbêh (Bathsheba), the mother of Solomon; and he repented, and God had compassion on him, And when he was dying he advised his son Solomon, saying, <Kill Joab as he killed ‘Amêr (Abner), and kill Shimei because he cursed me>; and he performed the will of his father and slew them after the death of David his father. And Solomon killed no one except his brother when he wished to marry the Samênâwât, a sulamita, the wife of his father David whose name was ‘Abîs (Abishag).”

De acordo com a interpretação da profecia, o nome Salomão significava na língua secreta <Cristo>. E como Salomão construiu a casa de Deus, Cristo encarnou em Seu Corpo e consubstanciou a Igreja. E quando Ele disse aos Judeus, <Deitem abaixo esta casa, e em 3 dias eu a erguerei novamente> [João 2:19], Ele estava falando da casa que era Seu Corpo. E como Salomão multiplicou mulheres de povos forasteiros devido a sua beleza e charme, e o desejo o consumiu, assim mesmo Cristo reuniu rebanhos de gentios que não conheciam a Lei, mas que acreditavam Nele. E não havia incircuncisos para Ele, nenhum pagão; e não havia escravo, e nenhum judeu, e nenhum servo e nenhum homem livre [Gálatas 3:28]; Ele os juntou todos em Seu reino celeste através de Sua Carne e Sangue. E no Cântico dos Cânticos o próprio Salomão cantou e disse, <Há 60 homens poderosos em torno da cama de Salomão, todos treinados na guerra e possuindo espadas, cada homem com sua espada à destra> [Cânticos 3:7-8]. O número de 60 indicava o número dos Patriarcas virtuosos, e dos Profetas, e dos Apóstolos, e dos Mártires, e dos Crentes, e dos Santos, e dos Monges que resistiram aos pensamentos maus e à guerra de Satã. E a palavra <espada> é, sendo analisada, a palavra das Escrituras. A palavra do Senhor corta com sua lâmina afiada, e desta mesma maneira as Escrituras também cortam dos corações dos homens os perigos causados pelos sonhos fantasiosos da madrugada. E as palavras <cama de Salomão> são, se analisadas, a Igreja de Cristo.”

Elias e Eliseu sabiam a verdade, e inscreveram os pecados de Salomão no Livro dos Reis para envergonhar os Judeus, que são cegos de coração e os inimigos da virtude.”

Salomão, Rei e Profeta, nos legou 4 livros de profecias” Viveu 60 anos, 20 a menos que seu pai Davi.

Mas a tolice de Deus é mais sábia que a sabedoria dos homens, e Ele te deu apenas 3 filhos: um que levou-lhe a glória para uma terra desconhecida, estabelecendo a morada do Senhor na Etiópia; outro que é coxo do pé, que deverá sentar em teu trono para os de Israel, o filho da raça de tua raça de Tarbâna, da casa de Judá; e por último aquele que é filho de uma mulher grega, uma faxineira, que nos últimos dias destruirá Roboão e toda sua linhagem de Israel; e toda essa terra será dele, porque ele acredita n’Aquele que virá, o Salvador. Mas a tribo de Roboão, e daqueles que restaram em Israel, O crucificará, Àquele que há de vir, o Redentor, e sua memória deverá ser extirpada da terra. Porque eles tramarão um plano que não poderão concluir, e Ele se zangará com eles e obliterará a sua memória.”

Salomão sofrerá no Seol até seu Filho ir buscá-lo. “E como Moisés afogou o Faraó com os egípcios no Mar da Eritréia, também o Salvador afogará Satanás e seus demônios no Seol; porque o mar é para ser tido pelo Seol, e o Faraó por Satanás, e suas hostes egípcias pelos demônios.” “E como Josué massacrou os Reis de Canaã, o Salvador massacrará as sete cabeças de ‘Iblîs.”

Davi seria um sétimo filho, segundo o Kebra Nagast original. Mas uma nota de rodapé desmente: foi o oitavo. E Salomão o sexto.

Conclui-se do conceito de Seol dos hebreus e deste K.N. que o Inferno já deveria ter sido destruído e todos nós redimidos… Aforismo de sabedoria condensada (supercondensação estilo Big Bang): Se a História tivesse de ter um fim, Pôncio Pilatos seria seu Autor… Esse fato de per se comprova a existência do Inconsciente. Território iníquo inato da maldade.

a madeira da Cruz, o terceiro meio de salvação que deverá ser enviado à terra” A ficção que ficou mais embolada que Star Wars… A Pérola [?!?], Sião – a mesa – e a Cruz… E depois virá a linhagem dos Belmondo…

E se eu virar pó, não ficarei triste, porque pó não tem sentimento!

<Meu Senhor, está a vinda do Salvador de que falaste próxima ou distante?>

<Ele virá em 3 ou 30 gerações da tua linhagem e da tua semente vai salvá-lo.>”

Deus responde em módulo ou variação estatística.

O primeiro Schopenhauer: “Of what use are we who are men? We are created in vain, and after a little time we become as if we had never been created.” “O quê então? Multiplicar a fala é sem propósito, e a nobreza da estatura é destruída, e a força dos reis é pulverizada (…) Depois de 3 gerações de nossas crianças, não há quem lembre nosso nome.”

They called Rehoboam <King of Judah>, and they called the King of Samaria <King of Israel>. And of the generations of Rehoboam, from Rehoboam to ‘Îyâkêm (Joachim) were 41 generations.”

And the name of Esau’s kingdom was called, according to his name of contempt, <Edom>, for the interpretation of <Edom> is <lentiles>”

Como Salomão o sábio disse, <Há 3 coisas que são difíceis para minha mente, e a quarta delas eu não posso conceber: – O rastro da águia nos céus, a trilha da serpente na rocha, a trilha do navio no mar.> E a quarta coisa de que ele falava concernia à mulher má, que, tento traído seu marido, e se lavado, sentava como uma santa que nada tinha feito de errado, e jurava falsamente.”

A lenda do nascimento de Nabucodonosor: a criança fruto de um adultério; mas, aparentemente destinado a ser jogado no rio ao nascer, o filho bastardo de um mercador acaba sendo criado em berço real. Nabudonosor significa pelos auspícios do pássaro. “ele era extremamente arrogante e costumava dizer <Eu faço o sol brilhar no céu>; e idolatrava ídolos.”

Ló, não se vire depois de sair da cidade, não volte as costas se não quiser morrer”, disse o Anjo do Senhor. Mas a esposa de Ló se virou, e virou sal. Isso foi antes de Ló se recolher às montanhas como eremita e enrabar suas filhas.

E Noé estava bêbado e nu perante sua mulher e filhos, e amaldiçoou seu filho quando este riu-lhe; e o ter dormido com sua filha não foi reconhecido como pecado de Ló, uma vez que ele o fez inconscientemente, embriagado.”

E então Dalîlâ (Delilah) concebeu de Sansão, e enquanto ela estava grávida Sansão morreu com os Filisteus; e Dalila deu a luz a um filho que chamou <Menahem>, que quer dizer <semente do homem forte>.”

Dalila e sua irmã Maksâbâ, ambas viúvas, eram belas, e se amavam muito. E seu amor não era como o amor de irmãs, mas como o da mãe pelo filho, e do filho pela mãe. E viveram juntas. Maksâbâ foi a única sobrevivente do massacre de Sansão, e por isso reinou sobre os Filisteus.” Seus filhos cresceram juntos como irmãos, mas o filho de Sansão, o caçula, assassinou o Rei dos Filisteus, aos 15.

Eu ouvi dizer que os hábitos dos egípcios são sem-lei, e que eles vivem em idolatria e fornicação. E quando te virem, vão tramar contra mim, e me matar por causa da excelência de tua bela forma; porque entre eles não há quem se compare a ti. Para que salves minha vida, fala por favor, se acontecer de perguntarem-te coisas sobre mim, <Sou a irmã dele>, e então quem sabe os estranhos pouparão minha alma da morte.” Abraão

A serva Hagar, que não devia se comparar à ama, foi presente do Faraó a Abraão, depois que ele se borrou com o poder do Anjo vingador!

Ismael, o bastardo, que significa “Deus ouviu minhas preces”.

Ishmael tinha 14 anos antes de Isaac nascer. E Deus disse a Abraão, <O que Sara falou por ciúmes é verdade; deserde a serva com seu filho Ishmael. Deixe que Ishmael viva perante Mim, e farei dele uma grande nação, e ele deverá possuir 12 nações e reinar sobre todas elas. Mas eu vou estabelecer Meu Pacto com Isaac Meu servo, o filho de Sara, que será com todas as nações da Terra.>” El Hayek realmente gosta de aproveitar apenas o estritamente conveniente de suas queridas histórias…

And therefore the children of Ishmael became kings over Tereb, and over Kebet, and over Nôbâ, and Sôba, and Kuergue, and Kîfî, and Mâkâ and Môrnâ, and Fînkânâ, and Arsîbânâ, and Libâ, and Mase’a, for they were the seed of Shem. And Isaac reigned over Judah and over Amôrêwôn, and over Kêtêwôn, and Îyabûsêwôn, and Fêrzêwôn, and Eêwêwôn, and Kêkêdewôn, and Rômyâ, and Ansôkyâ (Antiochia), and Sôryâ (Syria), and Armenia, and Felesteêm (Palestine), And Ethiopia, and Edom, and Philistia, and Îyôâb, and Amalek, and Phrygia, and Babylon, and Yônânest, and Ebrâyast. For as God sware He gave all kingdoms to the seed of Shem, and an exalted throne and dominion to the seed of Shem, even as his father Noah, by the word of God, blessed his son Shem, saying, <Be lord to thy brethren and reign over them.>”

And the Queen said unto her nobles: <Speak ye now, and swear ye by the heavenly Zion that ye will not make women queens or set them upon the throne of the kingdom of Ethiopia, and that no one except the male seed of David, the son of Solomon the King, shall ever reign over Ethiopia, and that ye will never make women queens.[!]>” “E se depois desse dia for achado qualquer homem que observe todos os seus costumes antigos, sua casa será pilhada, e ele e sua esposa e suas crianças deverão ser condenados.”

And thus the eastern boundary of the kingdom of the King of Ethiopia is the beginning of the city of Gâzâ in the land of Judah, that is, Jerusalem; and its boundary is the Lake of Jericho, and it passed on by the coast of its sea to Lêbâ and Sâbâ; and its boundary goes down to Bîsîs and ‘Asnêt; and its boundary is the Sea of the Blacks and Naked Men [?], and goes up Mount Kêbêrênêyôn into the Sea of Darkness, that is to say, the place where the sun setted and its boundary extended to Fênê’êl and Lasîfâlâ and its borders are the lands near the Garden (Paradise)”

David waged war wheresoever he pleased; no man conquered him, on the contrary, whosoever attacked him was conquered. (…) This I found among the manuscripts of the Church of Sophia in Rôm/Constantinople.”

He performed many miracles, some of which are written down and some of which are not, even as said John the Evangelist, the son of Zebedee”

Moses spake unto God and said, <Shew me Thy Face.> And God said unto Moses, <No one can look upon My Face and live, but only as in a mirror. Turn thy face to the west and thou shalt see in the rock the mirroring of My Face.> And when Moses saw the shadow of the Face of God, his own face shone with a brightness which was 7x brighter than the sun, and the light was so strong that the children of Israel could not look upon his face except through a veil. And thereupon he saw that they did not desire to look upon the Face of God”

E quando Abraão levou seu filho Isaque ao Monte Carmelo, Deus enviou do paraíso um carneiro para a redenção de Isaque. (…) Abraão deve ser entendido como Deus o Pai, e Isaque como um símbolo de Cristo o Filho.”

And the daughters of Cain with whom the angels had companied conceived, but they were unable to bring forth their children, and they died. And of the children who were in their wombs, some died, and some came forth; having split open the bellies of their mothers they came forth by their navels. And when they were grown up and reached man’s estate they became giants, whose height reached unto the clouds”

I was with Daniel in the den, and I was with Jonah in the belly of the great fish, and I was with Joseph in the pit, and I was with Jeremiah in the well fed from the lake. I stand under the deepest deep so that the mountains may not sink down under the waters”

A estranha autobiografia: “Wearied and miserable, they made Him sad when they rejected Him and hated Him; but strong and glorious, what could sadden Him when they brought false charges against Him? For He Himself knew His Godhead, and He knew His glory, and He new Himself.”

And in it is the throne of the Most High, which is surrounded with fire, and 4 beasts bear it in their place, which is the 6th heaven. And a throne goeth up to the 7th heaven, the habitation of the Father”

O que aconteceria se Abraão fosse contemporâneo de Jesus Cristo e testemunha na praça do Gólgota? Aliás, suponha que Abraão fosse José de Jesus…

Tirando a narrativa salomônica, esse livro é um desperdício de tempo!

Sealed in the cavewomb

Ano 409 do Perdão (nosso séc. XIV). Amém.

Prefácio-Posfácio (Colofão)

The first summary of the contents of the K.N. was published by Bruce as far back as 1813”

Nenhum livro religioso faz a apologia do tempo presente nem é best-seller imediato.

when Nectanebus II, the last native king of Egypt, fled from Egypt he went to Macedon, where he established himself as a magician. Here he became acquainted with Queen Olympias, who wished to find out from him if her husband, Philip, intended to put her away. An intimacy sprang up between Nectanebus and Olympias, and he appeared to the queen one night in the form of the god Amen of Libya, arrayed in all the attributes of the god, and begot Alexander the Great. Tradition transferred the horns of Amen to Alexander, and ancient Arab writers call Alexander <Dhu’l-Karnên>, i.e. <provided with two horns>, a title that translates exactly one of the titles of Amen, <Sept abui>.”

The Tabernacle of the Law had much in common with the arks or divine tabernacles of the Babylonians and Egyptians, which formed the places of abode of figures of gods or their most characteristic emblems.” “The Ark of the Law which Menyelek [David Son or Grandson] covered and stole from the Temple of Jerusalem was probably a copy of that made by Moses, and to all intents and purposes it was a rectangular box, made of hard wood plated with gold, and measuring about 4ft. long, 2ft. 6inc. wide, and 2ft. 6in. deep. It was provided with a cover upon which rested the Mercy seat and figures of the Cherubim.”

Apologies: “A full discussion of every portion of the work, with extracts giving the original texts of the authorities used and quoted by Isaac [o copista ou inspirado a escrever o Kebra Nagast], would fill another volume, and the cost of printing, paper, and binding is now so great that the idea of producing such a book has been abandoned.”

Os portugueses foram os primeiros europeus a descobrir o Kebra Nagast, no século XVI. Destaca-se o papel dos jesuítas, os historiadores mais capacitados do período.

Primeira versão integral do texto: Abhandlungen der Königlich Bayerischen Akademie, Munich, 1909.

Ester ou Judite quebraram a seqüência de reis homens da semente de Salomão, na historiografia oficial.

reference may be made here to a series of chapters which try to prove that the kings of the Moabites, Philistines, Egyptians, Persians, Babylonians and the Byzantines, are of Semitic origin. The fantastic legends which the author invented or reproduced contain much falsified history and bad philology, but it would be interesting to know their source and their author; these chapters seem to suggest that he was a Semite, probably a Jew.”

And when the mother of this Queen was with child of her she saw a fat and handsome-looking goat, and she looked upon him with greedy desire, and said, <How handsome the beast is! And how handsome its feet are!> And she longed for it after the manner of women who are with child. And when the afore-mentioned daughter was fashioned completely in the womb of her mother, she had onefoot like the foot of a man and another like the foot of a goat. (…) she did not want to marry any man because of her malformed foot; and she continued in her virginity until she began to reign.” Depois Salomão teria curado sua perna sem dificuldades e a revertido à forma natural (antropomórfica). Ou não seria uma mulher (ainda mais rainha) uma loba em pele de cordeira? PIN-PON! Versão alcorânica menos lisonjeira: “Jalâl ad-Dîn says that Solomon thought of marrying Balkîs [Makeda], but could not bring himself to do so because of the hair on her feet and legs. The devils who were always in attendance on Soloom removed the hair by the use of some infernal depilatory, but it is doubtful if even then Solomon married her.”

12-04-17

I

 

DESCRIÇÃO

Deitado na cama dos meus pais. Namorada ou moça bonita qualquer ao lado (não consigo identificar). Eu estou deitado na cama, na posição da minha mãe. Já a outra pessoa está ou de pé ou sentada, mas do lado direito, fora da cama. Um DVD do Metallica toca na TV.

Deitado na cama dos meus pais, só que do lado esquerdo, onde ficaria o meu pai, o Aloísio, meu melhor amigo de infância, hoje mero borrão. Nós cantamos junto com o James Hetfield, mas a voz dele sai idêntica; a minha não. Além disso, eu hesito, erro e esqueço alguns trechos das letras.

COMENTÁRIOS

Ele se deu – ele se dá – na vida melhor que eu. Mas quem? O Aloísio, ou o meu pai?

O Aloísio foi a pessoa que me apresentou ao Metallica, quando eu tinha 13 anos e ele 14. Recentemente ele se casou. Em breve eu me casarei. No casamento dele, uma mini-orquestra tocou Nothing Else Matters do “Black Album” ou álbum epônimo; creio que ainda seja a banda favorita dele, mas não somos mais pessoas íntimas, então nem tenho interesse em perguntar-lhe ou saber a resposta. Essa música é uma das mais populares da banda, embora muitos “fãs conservadores” do Metallica a detestem. Posso dizer que os gostos musicais do Aloísio e o meu destoam completamente, e que esse é um dos raros pontos de convergência (o Metallica está entre minhas 3 bandas favoritas). Já passei pela fase xiita de odiar tal música; hoje, gosto de todas as fases, e aprendi a apreciar bastante a melancolia passada pelo solo principal, realmente parece que entro na canção. Todavia, mesmo com toda minha evolução pessoal na relação com a banda, ainda estou mais para a apreciação da década de 80 do Metallica (fase áurea endeusada pelos fãs conservadores) e dos momentos mais underground e menos radiofônicos do grupo (o que inclui, paradoxalmente, os 2 últimos trabalhos, mais pesados do que nunca, com faixas de 8 ou 9 minutos que jamais tocariam na programação de uma rádio sem cortes) do que para um fã como o Aloísio (certa vez, ele me disse que a faixa favorita dele era The Outlaw Torn, do contestado Load; e vale lembrar que ele não gosta de nada no heavy metal fora o próprio Metallica).

Assim como nos gostos musicais, na vida eu e o Aloísio não podíamos ser pólos mais opostos. Ele se tornou tudo que eu mais abomino. No entanto, há um componente indisfarçável de inveja na posição que ele ocupa: tendo feito aulas de música e de canto, tendo tido uma banda e sendo um “jovem popular”, ele também cantou em seu casamento; coisa que eu não seria capaz de fazer no meu. Se tornou um advogado, funcionário público, que anda de carrão, pertence literalmente à nata de Brasília. Embora eu quisesse ter sua condição financeira (e esse desejo é retrospectivo: seus pais sempre lhe deram tudo, e eu cresci convivendo com a sovinice do meu pai; ele tinha todos os brinquedos que eu apenas sonhava em ter), confesso que se o preço fosse necessariamente se tornar alguém padrão como ele, não pagaria preço tão alto: a supressão dos traços mais benquistos por mim de minha personalidade. Contestatória, criativa, para resumir em dois termos. O Aloísio é apenas um burguesinho alienado, fã auto-declarado de Jair Bolsonaro e católico que se orgulha da sua educação moral e de suas origens insípidas e medianas (o típico casal pouco inteligente do Plano Piloto, que mima e blinda os filhos). Outra coisa que me deixa fulo com os caminhos que o Destino toma: eu sempre amei o futebol; já trabalhei como jornalista esportivo, sempre escrevi muito sobre o assunto, colecionei figurinhas, vi muitos programas de mesa-redonda na TV, já vi até 55 dos 64 jogos de uma Copa do Mundo (a de 2006)! Mas sou péssimo jogador. O Aloísio tinha um talento para a coisa, e sempre esteve vários e vários degraus acima de mim, tanto que me surpreende que ele não tenha mesmo tentado ou conseguido seguir essa carreira profissional.

Meu pai é outra pessoa que eu tenho, na minha concepção de mundo e de vida, como um contra-exemplo absoluto, alguém que não devo seguir sob nenhum pretexto, em nenhum aspecto, alguém que se possível deve ser invertido ao invés de copiado. Funcionário público aposentado; com talento para o comércio e a administração de empresas. Nasceu no interior do Ceará. Pode-se dizer que ganhou bem a vida, materialmente. Por golpe do destino, trabalhamos no mesmo órgão do governo: ele foi concursado da CAPES no cargo de Analista em C&T entre 79 e 2002. Eu sou atualmente Analista em C&T da CAPES desde 05/2014; depois de ter fracassado nas minhas duas primeiras escolhas profissionais (jornalista; professor).

Certa feita meu pai me perguntou o que eu estava lendo. Era o ano de 2008. Eu estava no segundo semestre do curso de Ciências Sociais. Respondi: Max Weber. Uma leitura muito prazerosa. Ele declarou que aquilo seria a última coisa que ele leria por gosto. Que na Administração foi obrigado a degluti-lo, mas que felizmente esses anos já se haviam passado. E é verdade: somos pessoas antônimas. De certa forma, ele e o Aloísio representam o sucesso material e mundano que eu penso que nunca atingirei. Como funcionário público que detesta suas funções, que não tem muito talento para nada aplicado ou pragmático, enfim, lucrativo, e escritor ainda-não-lido-por-quase-ninguém… Acho que a representação onírica “I” condensa toda essa celeuma muito bem.

II

 

DESCRIÇÃO
Leio um grosso volume, um livro que parece um fascículo de enciclopédia, de capa-dura cor vinho. A ordem é a mesma do mangá: da direita para a esquerda. Parecem listas de recomendação de outras pessoas em termos de livros e CDs de música, mas eu não reconheço um item sequer! Leio o perfil biográfico das pessoas que estão indicando as obras: uma é uma mulher de 38 anos, outra uma adolescente de 16. Intercalados com essas informações, em algumas das páginas, anúncios de jogos de videogame, que me permitem classificar a impressão desse livro no tempo. Uma das propagandas é sobre Starcraft I, edição digital/remasterizada (não lembro). Meu irmão chega em casa e me impede de terminar a leitura. É tarde da noite e eu quero que pensem que estou dormindo. Corro para o banheiro do quarto de empregada com o livro em mãos e me tranco.

CURIOSIDADE PITORESCA
Nunca joguei Starcraft, mas um dos primeiros que joguei foi o Warcraft II, jogo da mesma produtora, a Blizzard, de ambientação medieval e fantástica ao invés de espacial e futurista, como a de Starcraft. Seja como for, Starcraft é um jogo de real-time strategy bastante conhecido dos PCs (e alguns outros consoles). Sua primeira aparição foi na segunda metade dos anos 90. Dei uma googlada e, que coisa!, soube agora que lançarão um Starcraft Remastered esse ano (2017)!

III

 

DESCRIÇÃO

Enquanto urino, percebo que não é mais o meu banheiro. Estou morando no Guará. Esta é a casa do meu tio Nilo, dos meus primos André e Adriano. Parece estar tudo em obras. Não tem piso, azulejo, nada, e o plano é reclinado. Eu lembro com alguma nostalgia: há muito tempo costumava ter nojo desse lugar; agora ele é natural para mim.

Antes que eu termine de urinar aparece um gato branco com manchas marrons ou beges, estranho, deformado. Cara feia, alongado, “torto”, fisicamente absurdo. Pego um cabo de vassoura para enxotá-lo de minha casa (agora o banheiro não é mais um cômodo minúsculo, e parece haver muitos outros aposentos, que em nada lembram minha casa), mas me falta força na mão (sonho muitas vezes que quero socar alguém, e o soco não sai forte – nunca briguei na vida real). O gato é mais rápido do que eu. Há outro bichano, todo branco, mas na perseguição ao primeiro acabo ignorando-o.

COMENTÁRIOS

Meu tio Nilo é pobre. Significa que eu sou pobre agora? Que estou preparado para a pobreza? Meu poder aquisitivo não é o mesmo do meu pai. Ainda moro com ele, mas minha mudança está próxima. Será que é alguma apreensão nesse sentido? Atualmente estou sufocado por gastos [só na releitura percebi a semelhança fonética], principalmente de ordem médica, e tenho insegurança quanto a poder juntar dinheiro daqui para frente. Sobretudo, como detesto meu trabalho, tenho insegurança sobre meu próprio sustento, e o de minha futura família, devido ao meu quadro clínico.

Sobre o gato, ou bichos de estimação ou animais: não está claro o que eles simbolizam para mim, dada a frequência com que aparecem nos meus sonhos. Nunca tive gato ou cachorro. Conheço muitas pessoas que têm gato, que veneram gatos [o Aloísio venera gastos]. A Brenda, minha noiva, não é uma delas. Inclusive, ela tem alergia a pêlo de gato. No entanto, uma vez um gato de rua entrou na casa dela e pareceu se afeiçoar a todos os presentes (só queria comida, no fundo). A amiga da Brenda, Fernanda, tem um gato esquisito, o Nelson, que na verdade é do sexo feminino. Era semelhante ao gato branco de manchas marrons do sonho. Mais do que representar minha superioridade diante de alguém (certamente eu não conseguiria humilhar o Aloísio ou o meu pai num sonho, pois eles têm algo que eu queria ter, por mais que os despreze) – pois o gato não tem como se defender de mim –, uma hipótese que eu avento é: simplesmente vejo fotos e gifs de gatinhos demais ao longo do dia na Internet!

EXCERTOS AGRADÁVEIS DE SEMANÁRIOS

ou …E VIVA O ÓCIO! Vol. II

planeta #525 outubro/2016 ano 44

fleursdeprovence

FESTA PARA OS SENTIDOS

Das praias da Côte d’Azur aos Alpes, a Provença, no sul da França, tem uma formidável galeria de paisagens para encantar os visitantes, enriquecida pelos perfumes da lavanda e pelos sabores únicos de sua culinária e de seus vinhos

Por Luis Pellegrini

É fácil entender por que tantas pessoas, de imperadores romanos a estrelas de Hollywood, deixaram-se seduzir pela Provença (Provence, em francês) a ponto de abandonar tudo e compulsivamente comprar uma casa nessa região do sul da França. São em geral pessoas de temperamento artístico, cuja alma sensível ficou intoxicada pela beleza da paisagem e pelos muitos charmes desse jardim do Éden que começa nas praias da Côte d’Azur mediterrânea e vai até o sopé das montanhas dos Alpes.

(…)

REGIÃO DISPUTADA

A Provença foi a primeira província romana fora da Itália, e essa é a origem do seu nome. Após a queda de Roma, ela foi disputada por vários povos conquistadores, francos, sarracenos, senhores feudais, sendo finalmente dividida entre o reino da França e o papado. (…) o vaivém da política, dos exércitos e das guerras deu a esse povo a convicção de que não há bem que sempre dure nem mal que nunca acabe. (…)

          Avignon foi sede da Igreja Católica Romana de 1309 a 1377, depois que o papa Clemente V deixou Roma devido às lutas pelo poder no seio da Igreja. Seu Palácio dos Papas é uma cidade dentro da cidade. Leva-se um dia inteiro para visitá-lo sem pressa, e fazê-lo é mergulhar em ambientes da Idade Média que chegaram intactos até os nossos dias.

(…) Edificadas ao longo da Idade Média, são cidadelas quase inexpugnáveis, onde as construções se espremem aproveitando cada espaço disponível, muitas vezes à beira de precipícios espantosos.

(…)

          Jogo de desafio e de honra, de prática exclusivamente masculina, a pétanque é uma partida de arremesso de bolas metálicas similar à bocha italiana. Os torneios são realizados em toda parte, ao ar livre, diante de um público gozador que não perde o menor lance para arremessar chistes, piadas e impropérios aos jogadores menos afortunados.

          Aos domingos, depois da pétanque, começa o ritual do almoço provençal. O aioli é o prato oficial dessas reuniões de amigos e familiares, sobretudo no verão. É feito de peixes, frutos do mar e legumes cozidos e comidos com um molho cremoso à base de alho, azeite de oliva e várias especiarias regionais. O aioli pode ser substituído [Bela Gil mode on?] pela adola, a carne de panela à provençal, outro prato muito popular. Ou pela bouillabaisse, sopa que se prepara com peixes de água doce e temperados com azeite de oliva, cebola, alho-poró, alho, tomates sem pele e sem sementes, plantas aromáticas e especiarias (foto).

(…)

bouilla

RESPEITO À TERRA

Há dicionários inteiros dedicados aos vinhos provençais. Só a lista dos melhores Côtes de Provence, Côtes du Rhône, Château-neuf-du-Pape e do supercélebre Bandol ocuparia muitas páginas. (…)”

* * *

O TRABALHO REVISTO

Trabalhar precisa ser duro e penoso ou deve ser um suporte para a realização pessoal? Esse debate estava presente no texto a seguir, parte de um exercício de futurologia do francês Patrick Ravignant sobre grandes problemas da humanidade publicado em PLANETA 3, de 1972

(…)

meramenteilustrativo

Retomando a idéia do pecado original, que condena o homem a trabalhar com o suor do seu rosto, a sociedade industrial erigiu, ou tenta erigir, o trabalho como objetivo supremo da existência e lança contra a ociosidade a pior das condenações. A maior parte das pessoas considera hoje que o trabalho é o destino natural do homem, e esse trabalho deve ser duro, cansativo, penoso.

(…) Não é, como se pretendeu muitas vezes, o aspecto monótono do trabalho que gasta e consome o indivíduo. O trabalho é destruidor no plano psicológico quando utiliza uma pequeníssima parte das faculdades humanas, isto é, quando o indivíduo, incapaz de explorar o conjunto de suas aptidões, termina por atrofiá-las e destruí-las. O artista ou cientista, que nos seus trabalhos exerce a maior parte de suas faculdades, raramente considera suas tarefas penosas ou cansativas. Os momentos mais difíceis são também os mais estimulantes.

(…) De fato, todo homem procura uma atividade que lhe permita desenvolver o conjunto de suas funções psicofisiológicas. Se essa atividade coincide com um meio de subsistência, tanto melhor. O essencial, porém, não é a subsistência, mas a realização do indivíduo. (…)

Todos os homens, mesmo os mais iletrados, ao contemplarem um crepúsculo ou sonhar diante de um céu estrelado, interrogam-se sobre a finalidade da existência. (…) Os dirigentes atuais, contudo, não tomam nenhuma providência para que o lazer, no futuro, não se torne um fator geral de padronização, ou de tédio mortal, fonte de todas as neuroses.”

A ÚLTIMA TIA

Hoje tanto faz

Constatar que não há irmão, irmã de pai meu que não seja burro, incapacitado

Mas quando descobri, foi um choque

Todos os antigos amigos descartados

Aqueles que brincam contigo,

porque és criança, fofa, reluzente, a todos agrada

Vão minguando com o passar dos anos

Uma ou duas respostas truculentas e adolescentes

bastam para que virem-te as costas

permanentemente

Então sobram uma, duas ou três

entidades

Uma que se isolou, não que se importe

Outra que se endividou, depois reapareceu

pedindo dinheiro, não tem interesse

no teu âmago verdadeiro

Mas ficava a (falsa?) lembrança de uma tia

que te reconhecia

que sabia que tu eras uma criança

especial, ainda na fase adulta

Quando finalmente tua tia risonha e afável

abre a boca para falar de terceiros

sem demagogia

do teu país, do que é o brasileiro

com sinceridade,

Vês que passaste deslumbrado e tolo esta segunda idade

Melhor é envelhecer e esquecer que já tiveste parentes

pois os mais promissores são maior flagrante

que bocas se deleitando na sarjeta

Não são nada, são um aborto,

um não-potencial

Escória nascida de avós com quem nunca

simpatizaste

E eis que

revelam sua real e cruda natureza

a de animais auto-empaláveis

sempre se crucificando com novas cruzes

que eles mesmos carpem

AH, Carpe diem! Em Cristo

Pelo pai, pelo tio, pela tia

Mas nem em Espírito!

Afasta de mim esse FALE!

Na festa dos embriagados corneteiros

Tu és o calado, único sábio,

Enquanto os palhaços do século dos sofistas são endeusados

teu posto é relegado

Até nunca!

Tu és órfão em segundo grau,

Não és semente desta jeira,

ultrapassaste todo o adubo

Bastardo, diante de teu sangue

Milagre inexplicável

Único

Só te lembra:

tu também os decepcionaste,

ah, oh! uh! urticária, só de imaginar…

– que trastes!

 

Avante!,

há famílias nascidas dos encontros casuais

com força maior que a de galhos apodrecidos

equiparável ao diamante

FLOWERS FOR HITLER

Here we are eating the sacred mushrooms

out of the Japanese heaven”

 

Listen to the stories

men tell of last year

that sound of other places

though they happened here”

History is a needle

for putting men asleep

anointed with the poison

of all they want to keep”

Now a name that saved you

has a foreign taste”

After the third ring I said

I’ll let it ring five more times then what will I do

The telephone is a fine instrument

but I never learned to work it very well

Five more rings and I’ll put the receiver down”

I don’t believe opium or money

though they’re hard to get

and punished with long sentences”

I will forget my style

I will have no style

I hear a thousand miles of hungry static

and the old clear water eating rocks

I hear the bells of mules eating

I hear the flowers eating the night

under their folds”

and now I know for certain

I will forget my style

America will have no style

Russia will have no style”

a silence develops for every style

for the style I laboured on

an external silence like the space”

O NOVELISTA E O PINTOR?

Goebbels Abandons His Novel

and Joins the Party

His last love poem

broke in the harbour

where swearing blondes

loaded scrap

into rusted submarines.”

Out in the sun

he was surprised

to find himself lustless

as a wheel.”

maquinal e cabisbaixo como o motorista sonolento duma roda de caminhão

memory white from loss of guilt.”

a Doctor of Reason

he began to count the ships”

Will dreams threaten

this discipline

will favourite hair favourite thighs

last life’s sweepstake winners

drive him to adventurous cafes?”

Ameaçarão sonhos

essa disciplina?

Irão o cabelo favorito as coxas favoritas

os vencedores da última rifa da vida

dirigi-lo a cafés aventureiros?”

Cheiram

as coisas favoritas

GOSPEL GRAYPINK FLOID

<É verdade!> Eu gritei vinte anos depois, puxando meu pai de sua cama suja <Pobre paizinho,

você me disse a verdade.>

<Deixe estar. Eu sou um velho Pai.>

<Não! Empine esse nariz. A janela é feita de eixos. O que é essa matéria cinzenta no cinzeiro? Não é de cigarro, aposto. A sala de estar é um estojo de relíquias!”

…“decaying like food between teeth”…

Acontece a todo mundo. Para aqueles com olhos, que sabem em seu íntimo que o horror é mútuo, então essa comunidade sólida tem uma beleza por si só.”

IT USES US!

(…)

In our leaders’ faces

(albeit they deplore

the past) can you read how

they love Freedom more?

(…)

Kiss me with your teeth.

All things can be done

whisper museum ovens of

a war that Freedom won.”

let us sell snow

to under-developed nations,

(Is it true one of our national leaders

was a Roman Catholic?)

let us terrorize Alaska,

let us unite

Church and State”

my good demon said:

<Lay off documents!>

Everybody was watching me

burn my books-

I swung my liberty torch

happy as a gestapo brute;

the only thing I wanted to save

was a scar

a burn or two but

my good demon said:

<Lay off documents!

The fire’s not important!>

The pile was safely blazing.

I went home to take a bath.

I phoned my grandmother.

She is suffering from arthritis.

<Keep well,> I said, <don’t mind the pain.>

<You neither,> she said.

Hours later I wondered

did she mean

don’t mind my pain

or don’t mind her pain?

Whereupon my good demon said:

<Is that all you can do?>”

meu gênio bom disse:

<Livre-se dos documentos!>

Todos me observavam

queimar meus livros-

eu sacudi minha tocha da liberdade

feliz como um bruto da gestapo;

a única coisa que eu queria salvar

era uma cicatriz

uma queimadura ou duas mas

meu gênio bom disse:

<Livre-se dos documentos!

O fogo não importa!>

A pilha estava ardendo em segurança.

Fui pra casa tomar um banho.

Liguei pra minha avó.

Ela sofre de artrite.

<Fica bem,> disse eu, <vê se releva a dor.>

<Você também,> ela disse.

Horas depois, caiu minha ficha

será que ela quis dizer

relevar a minha dor

ou relevar a sua dor?

Nisso meu gênio bom disse:

<Isso é tudo que você pode fazer?>”

Fragmento traduzido de “Millenium”

Quando não paramos de sentir a dor e o terror

Somos os policiais

de nossa própria transgressão

e os outros olham horrorizados

carrascos covardes!

Vesti uma máscara para esconder minha gargalhada de escárnio

Eu tenho saúde onde importa

Eu não sigo o circuito

Inquisição auto-socrática

No use to tell a man he’s a Jew

I’m making a lampshade [abajur] out of your kiss

Confess! confess!

is what you demand

although you believe you’re giving me everything”

girls with whom he shared his power

now old and powerful.

His strategies returned

diagrammed like a geodesic sphere,

He balanced them on his forehead

weaving like a seal.”

He fell near the balloon.

Children hushed back

as if their toy

could catch the disease.

Secret Service men,

ex-athletes chosen for their height,

made a ring around the body.”

The ambulance!

Havana

April 1961

Alexander Trocchi, Public Junkie,

Priez Pour Nous

Who is purer

more simple than you?

Priests play poker with the burghers,

police in underwear

leave Crime at the office,

our poets work bankers’ hours

retire to wives and fame-reports.

The spike flashes in your blood

permanent as a silver lighthouse.”

I tend to get distracted

by hydrogen bombs,

by Uncle’s disapproval

of my treachery

to the men’s clothing industry.

I find myself

believing public clocks,

taking advice

from the Dachau generation.”

She is getting old.

Her body tells her everything.

She has put aside cosmetics.

She is a prison of truth.

Make her get up!

dance the seven veils!

Poems! silence her body!

Make her friend of mirrors!

(…)

Can’t I pretend

she grows prettier?

be a convict?

Can’t my power fool me?

Can’t I live in poems?

Hurry up! poems! lies!

Damn your weak music!

You’ve let arthritis in!

You’re no poem

you’re a visa.

Não posso fingir

que ela envelhece e embeleza?

ser um presidiário?

Meu poder não pode me enganar?

Não posso eu viver em poemas?

Vamos logo! poemas! mentiras!

Foda-se sua musiquinha ruim!

Você agora tem artrite!

Você não é um poema

você é um visto estrangeiro.

Fragmento traduzido de “On the Sickness of My Love”

A política das desculpas

Parliamends

The Failure of a Secular Life

The pain-monger came home

from a hard day’s torture.

He came home with his tongs.

He put down his black bag.

O Fracasso de uma Vida Secular

O promotor de desgraças chegou em casa

depois de um duro dia de torturas.

Ele chegou com suas pinças.

E deixou no chão sua sacola negra.

Deveria me aborrecer por não me darem uma segunda chance, se eu nunca lhes dei uma primeira?

O remorso morde ou morre

Seja gentil: exclua o gentio

Mesmo o escrofuloso tem seus dias bons

Falso acha falso verdadeiro.

O aperreio vem de dentro, não de fora.

Ora, ora, se não é absurdo termos vivido outras vidas iguais e condenarmos veemente quem tenha manifestado vivamente essa impressão (o déjà vu), não podemos saber se nunca vivemos outra vida igual, afinal, porque até o que nos parece inédito é só repetição literal, e disso havendo até provas!… Eu já não havia escrito isso antes? É, agora estou lembrado…

My zen master is a grand old fool.

I caught him worshipping me yesterday,

so I made him stand in a foul corner

with my rabbi, my priest, and my doctor.”

mothers, statues, madonnas, ruins-

I’m stripped, suckled, weaned,

I leap, love, anonymous as insect.”

To love you

is to live

my ideal diary

which I have

promised my body

I will never write!”

Sky

The great ones pass

they pass without touching

they pass without looking

each in his joy

each in his fire

Of one another

they have no need

they have the deepest need

The great ones pass

(…)

they pass

like stars of different seasons

like meteors of different centuries

Fire undiminished

by passing fire

laughter uncorroded

by comfort

they pass one another

without touching without looking

needing only to know

the great ones pass”

Now more than ever

I want enemies

You who thrive

in the easy world of modern love

look out for me

for I have developed a terrible virginity

and meeting me

all who have done more than kiss

will perish in shame

with warts and hair on their palms”

Jews who walk

too far on Sabbath

will be stoned

Catholics who blaspheme

electricity applied

to their genitals

Buddhists who acquire property

sawn in half”

A CURIOSA E VELHA DANÇA DO PECADO

PERFUME INDIANO

QUE EXALA PESCADO

A girl I knew

sleeps in some bed

and of all the lovely things

I might say I say this

I see her body puzzled

with the mouthprints

of all the kisses of all the men

she’s known

like a honky-tonk [gafieira] piano

ringed with years of cocktail glasses

and while she cranks and tinkles [gira e tilinta; trocadilho: ou gira e mija]

in the quaint old sinful dance

I walk through

the blond November rain [outra alusão a chuva dourada?]

punishing her with my happiness”

The food has no hope of real life, but still, in these regained, however mutilated shapes, it resists, and for its victories claims the next day’s hunger and the body’s joy. (…) Oh to stand in the Ganges wielding a yard of intestine.”

I always wanted to set fire to your houses. I’ve been in them. Through the front doors and the back. I’d like to see them burn slowly so I could visit many and peek in the falling windows. I’d like to see what happens to those white carpets you pretended to be so careless about. I’d like to see a white telephone melting. We don’t want to trap too many inside because the streets have got to be packed with your poor bodies screaming back and forth.”

“—Quando você se expôs pela última vez?

Domingo de manhã para uma grande multidão no saguão da Rainha Elizabeth.

Engraçadinho. Você sabe o que eu quero dizer.

Me expor a quê?

Uma mulher.

Ah.”

A rosy sky would improve the view from anywhere. It would be a mercy. Oh, to see the roofs devoured and the beautiful old level of land rising again.”

Mary runs the Cafeteria and the Boss exposes himself to her regularly.”

The Boss has a wife to whom he must expose himself every once in a while. She has her milkmen. The city is orderly.

There are white bottles standing in front of a million doors.And there are Conventions. Multitudes of bosses sharing the pleasures of exposure.

I shall go mad. They’ll find me at the top of Mount Royal impersonating Genghis Khan. Seized with laughter and pus.”

Fire would be best. Flames. Bright windows. Two cars exploding in each garage. But could I ever manage it. This way is slower. More heroic in a way. Less dramatic of course.”

The windows leaked like a broken meat freezer.”

his father was the one who had the oven contract.”

the sky clean but only for him, free to shiver, free to hate, free to begin.”

NA FEIRA TUDO EM PAZ

SÓ OS CABIDES HUMANOS

The demons of adulterers, everyday drunks,

professional irrationalists, the fatuous possessed,

these cheap easy demons so common

to the courting procedure,

refused to appear due to insufficient publicity.”

I once believed a single line

in a Chinese poem could change

forever how blossoms fell”

cattle have carved out of time

wandering from meadowlands to feasts”

O pão da lei é seco como a nuvem sem chuva.

Don’t bite your nails, I told him.

Don’t eat carpets.

Be careful of the rabbits.

Be cute.

Don’t stay up all night watching

parades on the Very Very Very Late Show.

Don’t ka-ka in your uniform.”

I don’t like the way you go to work every morning.

How come the buses still run?

How come they’re still making movies?

I believe with a perfect faith in the Second World War.

I am convinced that it happened.

I am not so sure about the First World War.

The Spanish Civil War – maybe.

I believe in gold teeth.

I believe in Churchill.

Don’t tell me we dropped fire into cribs [cradles].

I think you are exaggerating.

The Treaty of Westphalia has faded like a lipstick smudge on the Blarney Stone.

Napoleon was a sexy brute.

Hiroshima was Made in Japan out of paper.

I think we should let sleeping ashes lie.

I believe with a perfect faith in all the history I remember, but it’s getting harder and harder to remember much history.

There is sad confetti sprinkling

from the windows of departing trains.

I let them go. I cannot remember them.

They hoot mournfully out of my daily life.

I forget the big numbers,

I forget what they mean.”

The Bus

I was the last passenger of the day,

I was alone on the bus,

I was glad they were spending all that money

just getting me up Eighth Avenue.

Driver! I shouted, it’s you and me tonight,

let’s run away from this big city

to a smaller city more suitable to the heart,

let’s drive past the swimming pools of Miami Beach,

you in the driver’s seat, me several seats back,

but in the racial cities we’ll change places

so as to show how well you’ve done up North,

and let us find ourselves some tiny American fishing village

in unknown Florida

and park right at the edge of the sand,

a huge bus pointing out,

metallic, painted, solitary,

with New York plates.”

A Negress with

an appetite

helped him think

he wasn’t white.”

A lot of people think you are beautiful

How do I feel about that

I have no feeling about that

I had a wonderful reason for not merely

courting you

It was tied up with the newspapers

I saw secret arrangements in high offices

I saw men who loved their worldliness

even though they had looked through

big electric telescopes

they still thought their worldliness was serious

Muitas pessoas pensam que você é bonita

O que penso a respeito

Nada em particular

Eu tinha ótimas razões para nem sequer

cantar você

Tinha relação com os jornais

Eu vi arranjos secretos em importantes gabinetes

Eu vi homens que amavam sua mundanidade

mesmo que tivessem olhado por aqueles

grandes telescópios elétricos

ainda pensavam que sua mundanidade era séria

Fragmento traduzido de I Had It for A Moment”

Eu olho pasmo para a luxúria de minha cor

Alguém marcha por mim em mim até mim”

Pensei que heróis éramos nós

Andei lendo muita história”

Acho que os Aztecas nunca estiveram adormecidos

não importa o que ensinei às crianças

Acho que ninguém nem nunca dormiu a não ser ele

que reúne o passado em histórias

A magia vai de mão em mão”

Destiny! why do you find me in this bathtub,

idle, alone, unwashed, without even

the intention of washing except at the last moment? Why don’t you find me at the top of a telephone pole, repairing the lines from city to city?

Why don’t you find me riding a horse through Cuba, a giant of a man with a red machete?

Why don’t you find me explaining machines

to underprivileged pupils, negroid Spaniards,

happy it is not a course in creative writing?”

Queen Victoria

The 20th century belongs to you and me

Let us be two severe giants

(not less lonely for our partnership)

who discolour test tubes in the halls of science

who turn up unwelcome at every World’s Fair

heavy with proverb and correction

confusing the star-dazed tourists

with our incomparable sense of loss”

Very few people have thighs”

To watch her pull on her nylons is all one needs of ballet or art.”

Now what could be more normal than marriage? Can you think of anything more normal? Of course you can’t. It makes you feel less isolated, part of the whole community. Our people are getting married all the time.”

Desire is the last church”

Winter Bulletin

Toronto has been good to me

I relaxed on TV

I attacked several dead horses

I spread rumours about myself

I reported a Talmudic quarrel

with the Montreal Jewish Community

I forged a death certificate

in case I had to disappear

(…)

I thought about the future

and how little I know about animals

The future seemed unnecessarily black and strong

as if it had received my casual mistakes

through a carbon sheet

Now you must learn to read

newspapers without laughing.

No hysterical headline breakfasts.

Police be your Guard,

Telephone Book your Brotherhood.

Action! Action! Action!

Goodbye Citizen.”

ASILO DE LUXÚRIA

the sun stuck a gun in his mouth

the wind started to skin him

Give up the Plan give up the Plan”

The Music Crept By Us

I would like to remind

the management

that the drinks are watered

and the hat-check girl

has syphilis

and the band is composed

of former S.S. monsters

However since it is

New Year’s Eve

and I have lip cancer

I will place my

paper hat on my

concussion and dance”

Answer the phone, another family

Someone wants to say hello about nothing

Answer the phone, you who followed your career

past the comfort of gossip

who listen to the banal regular ringing

and give your venom to it

enforce it with your hatred

(…)

Your parents rush to stop the ringing

(…)

you shall set aside a hiding place

you shall not alter your love”

I am sorry that the old worker must go

who called me mister when I was twelve

and sir when I was twenty”

I loved your puns about snow

even if they lasted the full seven-month

(…) Go write your memoirs

for the Psychedelic Review.”

and now they are ashamed

like a successful outspoken Schopenhauerian

whose room-mate has committed suicide.

Suddenly they are all making movies.

I have no one to buy coffee for.”

Long live you chronic self-abusers!

you monotheists!

you familiars of the Absolute

sucking at circles!”

daughters of the new middle-class

who wear your mouths like Bardot

Come my darlings

the movies are true”

Narcissus

You don’t know anyone

You know some streets

hills, gates, restaurants

The waitresses have changed”

Cherry Orchards [Pomares de Cereja]

Canada some wars are waiting for you

some threats

some torn flags

Inheritance is not enough

Faces must be forged under the hammer

of savage ideas

Mailboxes will explode

in the cherry orchards

and somebody will wait forever

for his grandfather’s fat cheque

From my deep cafe I survey the quiet snowfields

like a U.S. promoter

of a new plastic snowshoe

looking for a moving speck

a troika perhaps

an exile

an icy prophet

an Indian insurrection

a burning weather station

There’s a story out there boys

Canada could you bear some folk songs

about freedom and death

I carry a banner:

<The Past is Perfect>

my little female cousin

who does not believe

in our religious destiny

rides royally on my nostalgia”

Bullets

Listen all you bullets

that never hit:

a lot of throats are growing

in open collars

like frozen milk bottles

on a 5 a.m. street

throats that are waiting

for bite scars

but will settle

for bullet holes”

It will all come round again: the heartsick teachers who make too much of poetry, their students who refuse to suffer, the cache of rifles in the lawyer’s attic: and then the magic, the 80-year comet touching the sturdiest houses.”

when poems grew like butterflies on the garbage of his life.”

…they who whip their minds to recall an ancient lucky orgasm (…) they are the founders, they are the bankers-of History!…”

Let me be neither

father nor child

but one who spins

on an eternal unimportant loom”

POR QUE ME MIRAS ASÍ? AUTODIDACTA

Por que me olhas assim?

Com este olhar desafiador

Se sou eu na verdade

Quem te desafia

O Tempo Todo,

Ó Faca Cortante!

Professora,

Inverte Teu Lugar,

Torna-te Aluna!

Sendo alguém sem dó

Não desmereço o ofício de ensinar

Foi-se o tempo, eu sei

Das aulas de Literatura

Mas trago ainda alojadas no peito

Muitas Cantigas, Sonetos,

Roncos e Canções

Só sei que Gênio Precoce

É o Primeiro a deitar

A se trancar

No Mausoléu da História

Com a chave do lado de fora

Eu respeitei o signo da tardança

Ignorei o livro didático,

Argh! Sou péssimo gramático

E a despeito do ofício burocrático

Me alenta das infinitas e ensolaradas tardes

A Temperança

O GRAU 0 DA ESCRITURA + NOVOS ENSAIOS CRÍTICOS

Roland Barthes

03/08/15 a 17/11/15

Por sua origem biológica, o estilo se situa fora da arte, i.e., fora do pacto que liga o escritor à sociedade. Pode-se então imaginar autores que preferem a segurança da arte à solidão do estilo. O tipo mesmo de escritor sem estilo é Gide, cuja maneira artesanal explora o prazer moderno de certo etos clássico, tal como Saint-Saëns refez Bach ou Poulenc refez Schubert.”

Mallarmé Mérimée

Mesmerize Marmelade

In your size, on your side, arise the Lady.

Próspera e Má

Tendo-se retirado do francês falado, o <passé simple>, pedra angular da Narrativa, indica sempre uma arte; faz parte de um ritual das Belas-Letras.”

A Literatura é como o fósforo: brilha mais no momento em que tenta morrer.”

por trás de cada palavra da poesia moderna subjaz uma espécie de geologia existencial”

não há humanismo poético da modernidade” “há apenas estilos sem sociabilidade”

<A forma custa caro>, dizia Valéry quando lhe perguntavam por que ele não publicava os seus cursos do Collège de France.”

A escrita neutra é um fato tardio, só será inventada bem depois do realismo, por autores como Camus, menos sob o efeito de uma estética do refúgio do que pela busca de uma escrita finalmente inocente. A escrita realista está longe de ser neutra, ela está ao contrário carregada dos sinais mais espetaculares da fabricação.”

Qual é verdadeiramente a minha necessidade de advérbios?

Garaudy, o escritor realista medíocre.

mudança sim tática à la @jetrotal

Mallarmé, espécie de Hamlet da escrita, exprime bem esse momento frágil da História, em que a linguagem literária não se mantém a não ser para melhor cantar a sua necessidade de morrer. Essa linguagem mallarmeana é Orfeu que só pode salvar aquilo que ama pela renúncia”

Essa [escrita branca ou] palavra transparente, inaugurada pelo Estrangeiro (l’Étranger) de Camus, realiza um estilo da ausência que é quase uma ausência ideal do estilo (…) modo negativo (…)” nada de elegância ou ornamentação Out with Time(p)OWT tô ponto

tu

(r)ando

a situ

ação

pronto soco roxo uê—uên…

O homem no ponto cego certo, fazer o quê?

So corageous!

P. 75 – Contra-Pablo: “Vê-se que uma obra-prima moderna é impossível, por estar o escritor colocado em sua escrita numa contradição sem saída: ou o objeto da obra está ingenuamente concorde com as convenções da forma, a literatura permanece surda à nossa História presente e o mito literário não é ultrapassado; ou o escritor reconhece o vasto frescor do mundo presente, mas para prestar conta dele só dispõe de uma linguagem esplêndida e morta”

Como a arte moderna em sua totalidade, a escrita literária porta ao mesmo tempo a alienação da História e o sonho da História”

A contestação de La Rochefoucauld, ao mesmo tempo áspera e inadequada, define bastante bem os limites que uma casta deve dar à sua própria interrogação se a quer a uma só vez purificadora e sem perigo: os limites mesmo do que 3 séculos mais tarde se chamará psicologia.”

Quem sou? é a pergunta permanentemente formulada pelo herói raciniano, Erífilo, p. ex., que não cessa de querer conhecer-se e que morre disso”

P. 126: “A que a Vida de Rancé pode nos converter, nós que lemos Marx, Nietzsche, Freud, Sartre, Genet ou Blanchot?” (Chateaubriand)

Aos 29 anos, antes de se converter, Chateaubriand escreveu: <Morramos por completo por temor de sofrer noutro lugar. Esta vida deve corrigir da mania de ser.>

o tédio é a expressão de um tempo a mais, de uma vida a mais.”

(Deus é um meio cômodo para falar do nada)”

escrever: só a escrita pode dar um sentido ao insignificante” Anti-Tharscylla

a existência não é mais regulada pela fisiologia, mas pela memória; desde que esta pode coordenar, estruturar (isso pode acontecer na tenra juventude), a existência se torna destino, mas por esse fato mesmo termina, pois o destino nunca se pode conjugar a não ser no passado anterior, ele é um tempo fechado.” Anti-Graça

a lembrança é o início da escrita e a escrita é por sua vez o começo da morte (por mais jovem que se seja ao empreendê-la).” “(escrever não é falar)”

PRINCÍPIO NÃO-MATEMÁTICO:

Se você é um bilhão ou um, qual é a diferença? Um bilhão.

No Princípio era o cérebro hiper-desenvolvido imperfeito marchando sob um sol em perpétuo âcender e declínio.

Meu tornozelo já dói

Pura vaidade

Idade de ouro puro

Valor absoluto

Um metro um pouco impreciso

De água pra viver, quando não sou dissoluto

Água e óleo talvez se misturem

Sob a limpeza cristalina da consciência do álcool

Molécula de dor

Tem de ter um conteúdo por trás da frondosa forma, esta é minha sina.

sua conversão religiosa (de juventude), ele converteu-a imediatamente em Literatura (O Gênio do Cristianismo)”

a alma <sensível> está condenada à palavra, e por conseguinte ao teatro mesmo dessa palavra. Essa contradição vem rondando há quase 2 séculos os nossos escritores.” “O escritor moderno é e não é Abraão: deve estar ao mesmo tempo fora da moral e na linguagem: tem de fazer o geral com o irredutível, reencontrar a amoralidade de sua existência através da generalidade moral da linguagem.” “Para que ela serve então? (…) para sofrer menos.” Menos é mais, que não obstante acaba por ser mesmo menos!

é a linguagem que renova o patético”

Desistir de escrever “o meu grande livro” foi importante para que eu reouvesse a felicidade. Como despir a armadura de cavaleiro de uma guerra jamais batalhada.

viverá o bastante para escrever a sua obra? Sim, se consentir em se retirar do mundo, em perder a sua vida mundana para salvar a sua vida de escritor.”

Passagens estranhamente profético-nostálgicas:

e como a do narrador, essa iniciação negativa, por assim dizer, se faz através de certa experiência da Literatura: os livros dos outros fascinaram, depois decepcionaram Proust, como os de Bergotte ou dos Goncourt [os outros dos outros] fascinaram e decepcionaram o narrador”

uma ilusão e uma decepção; desses dois momentos nasce a verdade, isto é, a escrita”

contar nunca é mais do que interligar, por processo metonímico, um número reduzido de unidades plenas”

Platão – Crátilo

SYLVIECOLA

Sylvieolentar estará perdida Kevin ho, quer vir medes afiar? VieSyl da vida. Vi se o amor ia durar. Viajando.

Rafaeldorado

SylvieVicious e Punkyndie

os franceses estão habituados por sua cultura escolar, essencialmente escrita, a perceber uma oposição tirânica entre as rimas masculinas e femininas, sentidas as primeiras como breves e as outras como longas. (…) Toda a poesia francesa tradicional, desde o séc. XVI, impõe a regra da <alternância das rimas>, ou seja, a uma rima <masculina> deve suceder obrigatoriamente uma rima <feminina>”

a função poética, no sentido mais amplo do termo, poderia definir-se assim por uma consciência cratiliana [que os nomes têm poder maior do que a convenção] dos signos e o escritor seria o recitante desse grande mito secular que quer que a linguagem imite as idéias e que, contrariamente às precisões da ciência lingüística, os signos sejam motivados.”

Rousseau trabalhou o Émile durante 3 anos” “o estilo, para Flaubert, é a dor absoluta” “Proust acrescenta sem fim [sou mais ele!]; Flaubert retira, rasura”

IDÉIA GENIAL: making of das alterações promovidas para publicação a ser postado no blog, para meu sonhado livro. Metalinguagem 1000! Um excelso consolo aos pães-duros e um pedido de desculpas necessário ao “meio” que me catapulotou-catapultará!

Alguém seria tentado a evocar Joseph Mitchell e Joe Gould nestes momentos…

Florentin – Dominique

Castrado, o macho tem direito a atitudes geralmente reputadas femininas: cai de joelhos (diante da mulher vingadora, castradora, cuja mão está falicamente levantada num gesto de intimidação), desmaia, (<Cai rígido por terra>). Uma vez barrado o sexo, a fisiologia se torna luxuriante”

<Madeleine está perdida e eu a amo!>, exclama Dominique; há que se ler o contrário: eu amo Madeleine porque ela está perdida; é, de acordo com o velho mito de Orfeu, a própria perda que define o amor.”

Essa separação entre o saber e a espera é próprio da tragédia: lendo Sófocles, toda gente sabe que Édipo matou o pai mas toda gente estremece por não sabê-lo.”

uma vida conformista é detestável quando estamos em estado de vigília; mas, nos momentos de fadiga, de derreamento, no mais forte da alienação urbana ou da vertigem da linguagem da relação humana, um sonho passadista é impossível”

dizer nada é logo preencher o nada, desmenti-lo” “É necessário então trapacear. O nada só pode ser assumido pelo discurso de maneira enviesada, à bandoleira, por uma espécie de alusão deceptiva.”

NADOSTALGIA: “fala-se do tempo para não dizer nada: estou falando com você, você existe para mim, quero existir para você (assim é uma atitude falsamente superior a de zombar do tempo que está fazendo); o tempo remete a uma espécie de existência complexa do mundo (daquilo que é) (…) o meu corpo está presente, sentindo-se existir (sem falar das conotações felizes ou tristes do tempo, conforme favoreça nosso projeto do dia)”

Prefiro que a minha alma minta a que mintam os meus trajes!”

o sujeito contraditório, o homem jovem e muito sábio, que a antiga retórica exaltava – verdadeira impossibilidade da natureza – sob o nome de puer senilis: com as características de todas as idades, fora do tempo porque os possui a todos de uma só vez.”